Anuncio!


Por Júlio Rocha 

A crise econômica que se prolonga em todo o país tem seus reflexos cada vez mais expostos entre os lojistas e comerciantes. 

Tal situação levou o Sindicato do Comércio Varejista do RN (Sicomércio) a avaliar e levar aos shoppings centers da capital, a possibilidade de não abrir as lojas em domingos e feriados, ou funcionar em horário reduzido. 

Segundo o presidente do Sicomércio, George Ramalho, a demanda que já era pedida pelos comerciários, deve receber atenção esse ano devido ao baixo faturamento do setor nos domingos e feriados. 

“Estamos agora em abril negociando a data base do setor comerciário e vamos avaliar essa possibilidade com todos os lojistas e apresentar em reunião com os shoppings no dia 19, a possibilidade do fechamento das lojas nesses dias, visto que os custos para manter a abertura está superando o faturamento no cenário atual de crise”, contou Ramalho. 

Os lojistas devem se reunir na noite desta terça-feira no sindicato para elaborar a pauta de reivindicações. 

O Natal Shopping já anunciou que a partir do dia 15 de maio terá novo horário de funcionamento aos domingos. Assim, as chamadas lojas satélite – cerca de 170 – passarão a funcionar das 15h às 21h (atualmente é das 14h às 21h). As lojas âncora e mega-lojas – Americanas, Rio Center, Renner, C&A, Ri Happy, Centauro, Leitura e Luiggi Bertoli – passarão a funcionar das 13h às 21h (atualmente é das 12h às 21h). 

Será mantido o atual horário de funcionamento das lojas da Praça de Alimentação, restaurantes e operações de lazer e entretenimento, que é das 11h às 22h aos domingos. 

O Partage Norte Shopping afirmou que até o momento não foi comunicado sobre a mudança de horário das lojas aos domingos, seguindo normalmente. 

O Midway Mall foi contactado por meio da assessoria de comunicação, mas até o momento da publicação da matéria não havia enviado posicionamento.

Postar um comentário