Anuncio!


selecao
Tendo vencido os três últimos compromissos, a Seleção Brasileira chega embalada para enfrentar a Venezuela nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Metropolitano de Mérida, pela décima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. O Brasil, que vem de um 3 a 0 aplicado no Equador, 2 a 1 na Colômbia e a recente goleada de 5 a 0 sobre a Bolívia, aparece na segunda posição com 18 pontos, apenas um a menos que o Uruguai.
Como a Celeste Uruguai tem um jogo complicado, fora de casa, contra a Colômbia, o Brasil tem grandes chances de virar líder em caso de triunfo. O fato, porém, não é tratado como fundamental.
“Nós estamos preocupados em ganhar o nosso jogo e se fizermos os nossos resultados, a classificação para a Copa do Mundo, que é a prioridade, será conquistada. Não temos que nos preocupar com a liderança, pois neste tipo de torneio ela significa muito pouco”, avisou o goleiro Alisson.
A Venezuela não é um adversário que chegue a tirar o sono. Isso porque, além de vir de uma derrota de 3 a 0 para o Uruguai, segura a lanterna com dois pontos e ainda não conseguiu ganhar na competição. Isso porém, não anima o técnico da Seleção Brasileira, Tite.
“A Seleção Brasileira encara todos os adversários com a mesma seriedade, pois aprendi nesse tempo todo de futebol que dentro das quatro linhas tudo pode acontecer. Já vi time favorito perder jogo que ninguém esperava e, por isso mesmo, não podemos comemorar a posição da Venezuela na tabela de classificação. Por estarem na lanterna, estarão mais empenhados em nos vencer e tornarão o jogo mais complicado. Precisamos nos impor”, avisou o treinador do Brasil.

Postar um comentário