Anuncio!




Verônica Panarello e Loris, o filho de oito anos Foto: Reprodução / Facebook

Extra

Veronica Panarello, uma moradora de uma pequena comunidade em Sicília, na Itália, está vivendo um verdadeiro pesadelo. Ela é acusada de estrangular o filho Loris Stival, de apenas oito anos, com cabos de eletricidade e jogar seu corpo de um barranco após ser flagrada por ele quando tinha relações sexuais com o avô da criança.

Inicialmente, Veronica mentiu para a polícia ao dizer que seu filho havia desaparecido após levá-lo para a escola e que no momento em que foi buscá-lo, à tarde, ele havia sumido. A polícia começou a trabalhar com a hipótese de sequestro, mas passou a desconfiar de Veronica quando examinou as imagens de câmeras de segurança da escola e verificaram que ela não havia ido buscar a criança.

Depois de confrontada, a mulher confessou que a criança estava morta e culpou seu sogro, o avô da criança, Andrea Stival.

Postar um comentário