Anuncio!

A zebra deu as caras na Arena Corinthians. Neste sábado (26) à noite, fora de casa, o lanterna do Campeonato Brasileiro, Atlético-GO derrotou o Corinthians por 1 a 0. O gol foi marcado por Gilvan, de cabeça, logo no início do segundo tempo. Outro destaque foi o goleiro Marcos, que impediu o empate dos paulistas com diversas defesas. Vale destacar que o arqueiro era a terceira opção - Felipe rescindiu o vínculo e o reserva Kléver estava vetado pelo departamento médico.
Só para se ter uma ideia do favoritismo que o Corinthians tinha, essa foi a segunda derrota do alvinegro na competição, curiosamente, a segunda consecutiva dentro de casa. Antes, tinha sido derrotado pelo Vitória. Já o Atlético-GO só havia ganhado outros quatro jogos durante o torneio; 
Com o resultado, o Corinthians se mantém na liderança com 50 pontos, enquanto o Atlético-GO permanece em último com 18. Na próxima rodada, o Corinthians disputa o clássico com o Santos, enquanto os goianos jogam com o Bahia.
MIGUEL SCHINCARIOL/ESTADÃO CONTEÚDO
Gilvan comemora ao marcar para o Atlético-GO diante do Corinthians

O melhor: São Marcos

Apesar de ser o terceiro goleiro do Atlético-GO, Marcos roubou a cena de maneira positiva. O arqueiro parecia o famoso xará palmeirense em ação e impediu diversas vezes o Corinthians de fazer o seu gol. Com toda a pressão alvinegra no segundo tempo, Marcos, com certeza, foi o destaque positivo no jogo.

O pior: Gabriel

O volante estava perdido em campo. Durante o primeiro tempo, sofreu para tentar dar velocidade ao time e ligar a defesa ao ataque. De quebra, ainda levou um chapéu do adversário. No intervalo, Carille trocou Gabriel por Camacho.

Pressão alvinegra

Ao contrário do que aconteceu na maior parte dos jogos do Corinthians nesta temporada, o time do Fábio Carille teve mais a posse de bola durante o primeiro tempo. Com mais qualidade, o alvinegro criou as melhores oportunidade durante os 45 minutos iniciais e obrigou o goleiro Marcos a trabalhar. Em algum momento, os donos da casa não conseguiram acertar a pontaria. Aos 18 minutos, por exemplo, Kazim ajeitou de cabeça para Fagner, que na cara do gol, mandou para fora. Coincidentemente, Fagner ainda ficou perto de abrir o placar aos 37, quando arriscou um chute que estourou na trave.

O que é isso goleirão?

O Corinthians quase contou com a ajuda de Marcos, goleiro do Atlético-GO. Em uma bola que quicou no gramado, ele perdeu o tempo da bola e foi encoberto. Por sorte dos goianos, ele se recuperou a tempo de evitar o vexame. 

Retranca

O Atlético-GO jogou com quase toda a sua equipe no campo de defesa. A equipe só chegou a incomodar em alguns raros contragolpes durante a primeira etapa. Em um desses raros lances dos visitantes, Cássio salvou o Corinthians. Aos 31, Jorginho aproveitou cruzamento na área e mandou de cabeça, mas o goleiro alvinegro fez a defesa.

Mudança e surpresa com gol do lanterna

Para tentar dar mais força ao meio de campo, Fábio Carille mexeu na formação da equipe no segundo tempo. O treinador tirou Gabriel e colocou Camacho. Porém, quem mostrou mais eficiência no início da segunda etapa foi o Atlético-GO.  Logo aos dois minutos, Bruno Pacheco cobrou escanteio pela direita e Gilvan foi mais rápido do que Kazim e, de cabeça, mandou para o fundo das redes.

Sem pontaria

Em desvantagem, o Corinthians partiu com tudo para o ataque no segundo tempo. O alvinegro cansou de criar oportunidades e deu muito trabalho para o goleiro Marcos. No entanto, a equipe da casa não conseguia converter as chances e ainda deu espaço para os visitantes chegarem nos contragolpes.

Recepção de campeão

O Corinthians sentiu o apoio da torcida mesmo antes de a bola começar a rolar. A delegação alvinegra foi recebida com muita festa pelo público na Arena. Os fãs ficaram no portão de entrada do estádio com bandeiras, fumaça, sinalizadores e instrumentos musicais.

Reforços e desfalques

O treinador Fábio Carille pôde contar com os retornos de Pablo e Jadson, recuperados de lesão. Por outro lado, Balbuena e Arana foram vetados pelo departamento médico, enquanto Jô e Romero cumpriram suspensão automática. Por isso, o aniversariante do dia Kazim ganhou uma chance para ser titular - sendo que a última chance dele entre os 11 titulares havia sido no dia 26 de julho, contra o Patriotas.
FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 x 1 ATLÉTICO-GO
Data: 26 de agosto de 2017, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (22ª rodada)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Público: 40.581
Renda: R$ 2.405.425,90
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (PE - CBF)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (ambos PE - CBF)
Cartão amarelo: Igor, Andrigo, Paulinho e Walter (AGO); Camacho (COR)
Gol: Gilvan, aos 2 minutos do 2º tempo
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Moisés (Carlinhos); Gabriel (Camacho) e Maycon, Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho e Clayson; Kazim. Treinador: Fábio Carille
ATLÉTICO-GO: Marcos; Jonathan, William, Gilvan e Bruno Pacheco; Igor (Marcão Silva), Paulinho e Jorginho; Andrigo, Luiz Fernando (Niltinho) e Walter. Treinador: João Paulo Sanches. 

Postar um comentário