Anuncio!

Após a canonização dos 30 mártires de Cunhaú e Uruaçu no dia 15 de outubro, no Vaticano, pelo Papa Francisco, São Gonçalo do Amarante volta a ser palco de grandes eventos em torno dos colonos mortos em 1645 por holandeses. Com programação diversificada com missas e shows, com destaque para a “Cantata dos Santos Mártires”, a cidade tem três dias de espetáculos, sendo esta sexta (27) e sábado (28) no Santuário de Uruaçu, e, no domingo (29), no Patamar da Igreja Matriz do município.
O espetáculo foi apresentado à imprensa, autoridades e convidados na noite dessa quinta-feira (26). O Ensaio Geral emocionou os presentes, que ficaram encantados com a grandiosidade da encenação. “Após ter participado da cerimônia no Vaticano, estou vivendo novamente uma grande emoção. Parabéns aos nossos artistas da terra, costureiras e todos os profissionais e secretarias municipais e estaduais envolvidos. Está lindo e tenho certeza que todos que assistirem, vão se sentir orgulhosos dessa grande homenagem que estamos fazendo aos santos potiguares”, disse o prefeito da cidade, Paulo Emídio.
A Cantata reconta a história dos colonos de Cunhaú e Uruaçu, na capitania do Rio Grande do Norte, que foram massacrados durante as invasões holandesas no século XVII. Alguns registros históricos apontam que o mercenário alemão Jacob Rabbi, a mando dos holandeses que tomaram Natal em 1633, tinha a intenção de convencer os padres André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro e o leigo Mateus Moreira a se converterem ao calvinismo.

Postar um comentário