Anuncio!


                                                                        

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) do Rio Grande do Norte descartou a possibilidade de um curto-circuito ou uma vela terem provocado o incêndio que matou a freiraTerenice Souza Vilas Boas, no Educandário Santa Teresinha, em Caicó, cidade da região Seridó potiguar. O caso aconteceu na madrugada de domingo (29). O corpo da irmã foi encontrado carbonizado dentro do quarto onde ela dormia.
A perícia foi concluída na noite de domingo (29). Apesar de ainda não haver um relatório concluído, o instituto considerou que há possibilidade da irmã Terenice ter provocado as chamas. Os técnicos não encontraram vestígios de curto-circuito nem de uma possível vela que pudesse ter caído e iniciado o incêndio.

Postar um comentário