Anuncio!


O brasileiro Julio Rezende, do Rio Grande do Norte, está sentindo o gostinho de visitar Marte. E sem precisar entrar em órbita. O pesquisador faz parte da tripulação que, durante duas semanas, ocupa a Estação Desértica de Pesquisa de Marte, mantida por uma ONG americana no deserto de Utah, nos Estados Unidos. O Fantástico acompanha a experiência.

Em Natal, o foco do trabalho do pesquisador é o desenvolvimento de habitats que permitam a sobrevivência humana em regiões sob ameaça de escassez de água, um problema que aflige tanto o Planeta Vermelho quanto diversas regiões do semiárido brasileiro. Julio espera que a experiência em Utah ajude a aperfeiçoar seu projeto de criação da primeira estação de pesquisa marciana no Brasil, na zona rural da pequena cidade de Caiçara do Rio do Vento. Do Notícias da Serra! 

Postar um comentário