Anuncio!



O mercado global de petróleo continua pressionado, e as cotações subirão ainda mais neste ano, ampliando a pressão de consumidores por ações governamentais para conter os preços dos combustíveis.
A avaliação é do pesquisador Mikkal Herberg, especialista em petróleo que dirige a área de pesquisa sobre energia da Agência Nacional de Pesquisa sobre a Ásia, baseada em Seattle, nos EUA. “Os preços ainda serão pressionados para cima”, diz ele, prevendo que até o fim do ano a marca dos US$ 85 por barril será atingida. Nesta terça (22), o petróleo do tipo Brent era cotado na faixa de US$ 80.
A escalada recente das cotações é responsável pela alta nos preços dos combustíveis no Brasil, que vem gerando reações no governo e temor de intervenção na política comercial da Petrobras.

Postar um comentário