Anuncio!

                                            



Tite oficializou a lista de convocados da seleção brasileira para a Copa do Mundo da Rússia de 2018. Cássio, Geromel, Danilo e Taison são as principais novidades em relação aos nomes que já eram dados como garantidos.
Goleiros
Alisson (Roma-ITA), Cássio (Corinthians-BRA) e Ederson (Manchester City-ING).
Goleiros: Alisson, Cássio e Ederson
Goleiros: Alisson, Cássio e Ederson
Laterais
Fagner (Corinthians-BRA), Danilo (Manchester City-ING), Marcelo (Real Madrid-ESP), Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP).
Laterais: Fagner, Danilo, Marcelo e Filipe Luis
Laterais: Fagner, Danilo, Marcelo e Filipe Luis
Zagueiros
Marquinhos (Paris Saint-Germain-FRA), Thiago Silva (Paris Saint-Germain-FRA), Miranda (Inter de Milão-ITA), Pedro Geromel (Grêmio-BRA).
Zagueiros: Marquinhos, Thiago Silva, Miranda e Pedro Geromel
Zagueiros: Marquinhos, Thiago Silva, Miranda e Pedro Geromel
Meio-campistas
Casemiro (Real Madrid-ESP), Fernandinho (Manchester City-ING), Paulinho (Barcelona-ESP), Renato Augusto (Beijing Guoan-CHN), Fred (Shakhtar Donetsk-UCR), Philippe Coutinho (Barcelona-ESP), Willian (Chelsea-ING).
Meio-Campistas: Casemiro, Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Fred, Philippe Coutinho e Willian
Meio-Campistas: Casemiro, Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Fred, Philippe Coutinho e Willian
Atacantes
Neymar (Paris Saint-Germain-FRA), Gabriel Jesus (Manchester City-ING), Douglas Costa (Juventus-ITA), Roberto Firmino (Liverpool-ING), Taison (Shakhtar Donetsk-UCR).
Atacantes: Neymar, Gabriel Jesus, Douglas Costa, Roberto Firmino e Taison
Atacantes: Neymar, Gabriel Jesus, Douglas Costa, Roberto Firmino e Taison
Tite já tinha 15 nomes confirmados e deixou para os últimos meses o restante da lista. Neste período, no entanto, Daniel Alves se lesionou e acabou como baixa entre os que estavam garantidos, abrindo espaço para a disputa entre Fagner, Danilo e Rafinha.
Em março, a lista aumentou com a entrada de nomes como Fred e Douglas Costa, que foram muito bem nos amistosos contra a Alemanha e a Rússia.
“Não sei qual o nível. Me senti em paz e ontem conversando com o Edu, conversando a respeito da corrida destes últimos momentos, de deixar e ter a segurança dos atletas com saúde ou estarem com saúde. Ele me falou uma coisa que bateu muito forte. Tudo que poderíamos fazer em cima de acompanhamentos ou estudo, isso nos dá uma tranquilidade muito. Mesmo sabendo que opiniões contrárias vão acontecer, e elas são justas.
Na esquerda, havia a dúvida de quem seria o reserva de Marcelo. As outras duas incógnitas que completam a defesa ficavam por conta do terceiro goleiro e do quarto zagueiro. No meio, o treinador deixou a dúvida para a vaga que tinha Arthur, Rodriguinho, Giuliano e Taison como os principais candidatos.
Por enquanto, as seleções precisaram enviar à Fifa apenas a lista com 35 nomes. Os 23 que realmente irão para a Rússia são oficializados apenas no dia 4 de junho. O Brasil, no entanto, optou por divulgar apenas a lista final. Não é intenção da comissão técnica que os outros 12 sejam divulgados. Em caso de lesão, há a possibilidade da inclusão de um nome que não estivesse nem na maior relação.
Os convocados começam a se apresentar na Granja Comary no próximo dia 21 de maio. O grupo só fica completo, no entanto, em Londres, quando os atletas que estão na final da Liga dos Campeões também se juntam aos demais.
Nos dias 3 e 10 de junho, o Brasil enfrenta a Croácia e a Áustria, respectivamente. No dia 11, começa a preparação em Sochi, que será a sua sede na Rússia. No dia 17, os comandados de Tite estreiam contra a Suíça, em Rostov. Jogos contra Croácia, no dia 22, e Sérvia, no dia 27, completam a primeira fase.
Fonte: UOL

Postar um comentário