Anuncio!

O corpo do idoso Francisco Júlio do Nascimento, 70 anos, desaparecido há 18 dias, foi encontrado enterrado no fim da tarde deste sábado (18) em um canavial na zona rural de Nísia Floresta, Região Metropolitana de Natal. Familiares e amigos do idoso realizaram buscas ao longo dos dias, na tentativa de localizar o corpo do agricultor conhecido na região como Pituta.

O homem suspeito de assassinar o idoso é Luiz Carlos Fernandes dos Santos, mais conhecido como “Zorba”. Ele é acusado de vários homicídios na região e estava foragido da Justiça desde junho. Zorba cumpria pena no regime semiaberto e rompeu a tornozeleira eletrônica. O suspeito foi preso na última quinta-feira (16). Ele assumiu a autoria do homicídio e fez acusações contra Pituta.

A Polícia Civil trabalha com a possibilidade de latrocínio, já que o idoso teve o relógio e a bicicleta roubados antes de morrer. Os pertences ainda não foram encontrados. O delegado de plantão, Elói Carvalho, explica que as alegações de que o idoso era estuprador não procedem. O homicídio brutal chocou a população de Nísia Floresta. Os familiares pedem por justiça.

O idoso de 70 anos desapareceu no dia 31 de julho na zona rural do município. Segundo informações de familiares, o idoso foi para o roçado e não voltou mais. No dia 9 de julho o Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque) fez uma operação usando cães farejadores em busca do desaparecido.

Postar um comentário