Anuncio!


O período do horário de verão será mais curto este ano e vai começar no dia 4 de novembro, quando os brasileiros terão que adiantar os ponteiros dos relógios à 0h. O período, que termina em 16 de fevereiro de 2019, é implantado com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica em todo o País.

Tradicionalmente, o horário de verão entra em vigor na terceira semana de outubro. Desta vez, a novidade  surge em função de decreto assinado pelo presidente Michel Temer, atendendo a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Isso porque o segundo turno das eleições à Presidência e aos governos estaduais será realizado no dia 28 de outubro e o horário de verão seria implantado no dia 21.

Para o TSE, o horário de verão atrapalharia a apuração dos votos no segundo turno, já que afeta o fuso horário dos estados, o que poderia gerar maior demora na contagem dos sufrágios de todas as urnas.

A mudança nos ponteiros é válida para as regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste. Já o Norte e o Nordeste ficam de fora da determinação, porque, nestas regiões, que são mais próximas á linha do Equador, a incidência a luz solar dura mais tempo.

De acordo com o Ministério de Mnias e Energia, o horário de verão é importante porque permite melhor aproveitamento da luz natural em relação á artificil e reduz a concentração de consumo no horário entre de pico, 18h 2 21h

Fonte: A Tribuna

Postar um comentário