Pode não estar num relacionamento sério, mas isso não significa que deve ou precisa abdicar da vida sexual.

Sexo casual exclui qualquer tipo de compromisso, sem necessidade de vínculos. Pode ser com um amigo, com uma amiga, com uma pessoa que conheceu num bar, numa festa ou no trabalho e por quem sentiu uma atração imediata.

Pode inclusive ser com a mesma pessoa por um determinado período de tempo e a consciência dos dois lados de que o objetivo desses encontros é ter prazer e nada mais.

“Sexo casual é ótimo quando a mulher está bem com ela mesma, entende as suas necessidades físicas e sexuais e resolve tomar uma atitude para se satisfazer”, afirma a psicóloga e terapeuta familiar e de casal Marina Vasconcellos, em declarações à revista Abril.

A psicóloga e sexóloga Carla Cecarello, do site de encontros casuais C-date, explica que o sexo casual pode ter um papel interessante na vida de uma mulher quando esta termina um namoro ou casamento e não quer de imediato envolver-se numa relação séria.

(Veja mais…)