Carlos Zamith destaca legado da Prefeitura de Barcelona – Gestão 2009/2016

Nesse período, o município cresceu e a qualidade de vida da população melhorou.

    

Em 2009, o Brasil vivia o auge da gravíssima crise econômica mundial e as gestões municipais, que se iniciavam, sofriam fortemente os impactos dessa crise.

Em 2016, o cenário é ainda mais grave e os municípios se encontram na pior conjuntura econômica da história brasileira. Estudos preliminares da CNM (Confederação Nacional dos Municípios) demonstram que cerca de 80% das prefeituras já estão com as contas no vermelho, número que pode piorar em 2017.

Apesar da crise que o Brasil, Estados e Municípios atravessam, em Barcelona os últimos oito anos foram marcados por conquistas socioeconômicas muito importantes. “Conseguimos fazer diversas obras públicas, e investimentos em infraestrutura (pavimentações, drenagens, reforma de praças, construções de casas populares, construções de quadras de esportes nas comunidades rurais, recuperação e reforma do posto de saúde da comunidade de Riacho Fundo II, construção de um novo ponto da farmácia básica, aquisição de novos veículos para as secretarias de saúde e educação, climatização dos postos de saúde de Riacho Fundo I e II, e também deixar as duas farmácias abastecidas de medicamento e o hospital abastecido com gêneros alimentícios e materiais de limpeza, e o principal, saldo nas contas bancárias para que o novo gestor inicie seu mandato sem dificuldades financeiras para gerenciar o município e dar continuidade a gestão eficaz do prefeito que nunca deixou de honrar com seus compromissos”, destaca o prefeito Carlos Zamith de Souza.

Os números da Prefeitura de Barcelona impressionam neste período de crise. Num momento em que a maioria das prefeituras tem tido dificuldades até mesmo para pagar os servidores públicos, em Barcelona as contas estão em dia, os fornecedores recebem normalmente e a atual gestão encerrará deixando saldo positivo.

“Minha palavra neste momento é de irrestrita gratidão a todos os barcelonenses. Todas as realizações só foram possíveis porque tivemos o povo, generosamente, ao nosso lado, construindo junto conosco essa exitosa gestão de conquistas. Podemos dizer, com humildade, mas com transparência, que estamos deixando um verdadeiro legado”, enfatiza o prefeito municipal.

Não podemos esquecer do legado deixado pela educação.

Em oito anos de gestão pudemos contribuir em diversas questões educacionais para a melhoria da qualidade desse essencial serviço de garantia da cidadania. Entre as ações desenvolvidas, citamos:

– Elaboração compartilhada e sanção da lei de cargos, carreira e salário dos profissionais do magistério municipal, garantindo o pagamento do piso salarial da categoria;

– Ampliação das unidades de ensino na modalidade do ensino infantil nas comunidades rurais e o aumento da clientela atendida;

– Melhorias estruturais das unidades de ensino, com aquisição de equipamentos de cozinha, reformas em banheiros, forro de salas, acessibilidade;

– Ampliação das escolas, com construção de salas em Riacho fundo II, Arisco e Riacho fundo I, para atendimento da demanda em um único turno;

– Erradicação do transporte irregular, com aquisição de veículos através de convênios com o governo federal e com recursos próprios;

– Transporte escolar nas comunidades, para os alunos do IFRN, cursinhos e Universidades da capital do estado;

– Convênio e apoio financeiro aos barcelonense estudantes do curso de pedagogia;

– Ampliação da EMPAM, com construção de auditório e refeitório e construção de cobertura da quadra escolar;

– Climatização das salas de aula da EMPAM e EMPIDS;

– Aquisição e implantação de programa de ensino infantil em todas as salas da modalidade, com capacitação dos profissionais desta área;

– Garantia da merenda escolar com acompanhamento nutricional;

– Aquisição de mobiliário estudantil para todas as unidades escolares e equipamentos de informática, computadores, projetores e internet banda larga;

– Salários rigorosamente em dia;

– Melhoria do IDEB nos anos iniciais, com fortalecimento de ações do PNAIC e acompanhamento pedagógico;

– Fardamento escolar gratuito;

– Apoio às atividades lúdicas e comemorativas, além de projetos e jogos escolares;

– Escolas abertas a comunidade para eventos e atividades culturais e pessoais;

– Realização de formaturas dos concluintes;

– Disponibilidade de transporte para processos seletivos e jogos estaduais;

– Liberdade de expressão.

Essas ações sozinhas não são suficientes para garantir a qualidade do ensino, mas, sem dúvidas, são a demonstração de vontade em fazer o melhor.

Via cn