Adolescente esfaqueada em escola recebe alta e fala sobre briga



Recebeu alta e passa bem a adolescente de 15 anos esfaqueada por uma colega de classe na sexta-feira (17), na Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo, em Felipe Camarão. “Quando virei de costas, ela veio com a faca”, com essas palavras, a estudante relatou momentos da briga em que ela terminou ferida, à equipe do Patrulha da Cidade, da TV Ponta Negra, emissora do Sistema Opinião.
A aluna, que teve a identidade preservada por ser adolescente, contou que no dia anterior houve uma discussão com a colega durante o intervalo. “Foi por causa de sal. Eu peguei o sal para colocar na comida e ela não gostou, veio pegar de volta e eu pedi para ela esperar. Ela puxou meu cabelo e a confusão começou”, contou.
Vídeos com imagens da primeira briga das alunas na quinta-feira (16) foram feitos por outros estudantes. De acordo com o depoimento de outros alunos do colégio, as duas adolescentes já não se davam muito bem há algum tempo. No dia seguinte, após a aula de matemática, houve uma nova briga que resultou em uma delas ferida à faca.
“A professora tinha saído, ela se aproximou e falou assim: chegou a Cinderela. Aproveitou muito ontem? E eu falei sim. Ela me ameaçou, disse que quando terminasse a aula iria me pegar e eu disse: pois venha na mão, não venha na faca. Mas quando me virei ela veio com a faca e eu comecei a me defender com as pernas”, contou a estudante.
Um dos alunos entrou no meio para impedir que algo mais grave acontecesse. “O clima foi tenso. Eu tentei segurar a agressora”, relatou o estudante. A Companhia Independente de Prevenção ao uso de Drogas (Cipred) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados.
A suspeita de ter esfaqueado a colega foi apreendida, enquanto a vítima foi socorrida ao Hospital Walfredo Gurgel. A vítima sofreu três ferimentos, dois na perna esquerda e um na direita, mas passa bem. O caso está sendo acompanhado pela Delegacia Especial de Atendimento ao Adolescente Infrator (DEA).
via OP9